fbpx

Descubra como faturar muito através dos Marketplaces

Publicado por Joh Panichi em

Ter um comércio bem estruturado é fundamental para o bom andamento das vendas no seu negócio, porém por vezes é necessário buscar outros canais para se conectar diretamente com seu público e aumentar as vendas e o faturamento, por isso trouxemos este artigo completo que te mostra quais são as vantagens dos marketplaces, como incorporar eles na sua estratégia de vendas e quais são os principais no Brasil.

Mas, primeiro vamos esclarecer as definições de market place, e porque ele é uma ótima opção para as vendas do seu negócio.

Diferente de um e-commerce, em que um site de vendas comercializa somente produtos de uma loja, o marketplace traz uma proposta mais cooperativa e diversificada. 

Neste modelo de negócio de negócio em especial, é disponibilizada uma plataforma na qual diferentes lojas (e/ou pessoas) podem ofertar e vender seus produtos sem se preocupar com estratégias de marketing, ou seja o marketplace é uma espécie de “Shopping Center” digital, que é mediada por uma única empresa, assim o consumidor  entra em um determinado site e compra em uma ou várias lojas, se sente seguro, e pode pagar  todas as compras com um único pagamento.

O lojista  que tenham interesse em vender em marketplaces precisa se cadastrar , e cadastrar seus produtos, da mesma forma que no e commerce, e em troca de toda a estrutura e divulgação, será cobrada uma taxa, forma pela qual a empresa que gerencia o marketplace consegue monetizar e lucrar.  Mas antes de procurar o marketplace mais indicado para o seu nicho ou produto, é importante ter sua própria  loja virtual, afinal por mais que que numa parceria com um marketplace as estratégias de marketing e a captação de clientes em potencial fiquem totalmente por conta do seu parceiro, é importante que a sua marca tenha um espaço próprio.

Dessa forma, você terá a liberdade de cultivar a sua própria história e uma identidade visual totalmente exclusiva – e também terá um espaço no qual a marca ocupa a posição central, no lugar de ser apenas um nome menor dentro de um marketplace muito maior.

Tipos de Marketplace

Criado para adquirir e acomodar uma enorme quantidade de fornecedores e clientes. Seus participantes podem agir como iguais (quando ambos os lados são consumidores ou representantes comerciais) ou desenvolver uma hierarquia “empreendedor-cliente”. Essas maneiras de se comunicar dentro do mercado podem ser divididas em três modelos básicos:

  • B2B (Business-to-business): são plataformas nas quais empresas colocam à disposição produtos para outras empresas. Nesse caso, os clientes devem, obrigatoriamente, fornecer o CNPJ de seu negócio;
  • B2C (Business-to-consumer): são os marketplaces onde empresas colocam seus produtos à venda para pessoas físicas;
  • C2C (Consumer-to-consumer): dentro desse tipo de plataforma, todas as pessoas podem ser clientes ou também podem vender seus produtos, dependendo do que desejam no momento.

Vantagens do Marketplace

Há diversas vantagens em aderir o conceito marketplace dentro do seu negócio, vamos citar algumas delas:

  • Visibilidade
  • Confiança
  • Lucro e aumento de vendas
  • SEO – o marketplace fornecer maneiras fáceis de aumentar a otimização de sites
  • Público abrangente
  • Facilidades para clientes e vendedores

Sua marca será fortalecida, pois a  maioria dos marketplaces são acessados por milhares de consumidores todos os dias. Assim, uma marca pode se utilizar da fama de outras para atrair clientes de diferentes segmentos.

Exige um baixo investimento, a relação custo-benefício é maior pois o lojista só paga comissão sobre o que vende. Todos sabem que a modalidade tem um comissionamento alto, mas o marketplace assume todos os custos como o investimento em tecnologia, os riscos da atividade e das transações online – entre eles o temido chargeback – sistemas antifraude, ferramentas de gestão, expertise em tráfego e as ferramentas de marketing e mídia.

Sua empresa e sua marca ganham relevância dentro da internet

O aumento de seu faturamento será consequência do alto número de visitantes que o marketplace tem diariamente, e aqui, a grande vantagem é o recebimento dos repasses, que são feitos à vista mesmo nas vendas parceladas.

Conveniência e praticidade para seus consumidores, as pessoas estão buscando por ferramentas e tecnologias que facilitem atividades do nosso dia a dia, e o marketplace permite que o usuário realize diversas compras em um único local e em um único pagamento. Uma maior praticidade é um dos grandes recursos do mercado, já que hoje os consumidores não gostam de utilizar aplicativos de varejistas individuais. É muito mais provável que eles baixem um único aplicativo que ofereça diversos produtos e com uma variedade mais ampla do que uma loja física ou virtual pode oferecer.

Crescimento rápido do seu negócio devido a grande visibilidade de sua marca.

Fácil manutenção pois o custo e o processo de cadastro de uma loja no marketplace é simples, assim como a sua manutenção diária. Por isso, a empresa pode concentrar sua equipe em outras atividades que exigem um trabalho maior, como análise de mercado e novos produtos, por exemplo.

 fonte (ferramentas rainmaker)

Ok, já sabemos oque é e como funciona, mas, como aumentar o faturamento do meu negócio através do market place?

1.      Pratique preços competitivos

Quando os consumidores estão procurando por um produto, avaliam inicialmente a qualidade e o preço. Só então passam a observar outros aspectos, como o valor do frete e o tempo de entrega.

Dessa forma, contar com preços competitivos é essencial para atrair clientes e fechar novos negócios. É preciso monitorar a concorrência e saber como eles estão precificando seus produtos.

Essas informações vão orientar a formatação dos valores de seus itens de maneira que possa se mostrar competitivo no mercado sem que isso prejudique seus resultados financeiros.

2.       Capriche na apresentação dos produtos

O marketplace é um catálogo virtual que agrega variedade de produtos e diversidade de fornecedores. Portanto, a concorrência é acirrada. Por isso, é preciso ficar atento a todos os detalhes, para que as suas mercadorias possam se destacar perante as outras lojas e atrair os consumidores.

Capriche nas fotos dos produtos, procurando mostrar todos os aspectos deles com imagens de qualidade.

Elabore também boas descrições, apresentando a mercadoria e inserindo todas as informações técnicas. Os clientes estão cada vez mais exigentes e observam todos os aspectos dos itens de seu interesse.

3.       Não abuse no valor do frete

Na hora de decidir se fecha uma compra ou não, o consumidor sempre avalia o valor do frete e o prazo de entrega.

Contar com tarifas altas ou tempo de entrega extenso faz com que as pessoas evitem seus produtos. Por isso, é importante criar um sistema que seja competitivo com outros players.

O ideal é montar uma tabela que considere os prazos e tarifas praticados pelos seus concorrentes, para que possa se tornar mais competitivo e chamar a atenção dos clientes.

Mas não se esqueça de cumprir sempre os prazos de entrega, pois, caso contrário, pode ser punido pela plataforma.

4.       Faça a categorização dos itens

Ao entrar em um site de compras, os consumidores têm o costume de fazer buscas a partir de filtros, o que facilita o processo de pesquisa deles.

Porém, para que os produtos de uma loja sejam encontrados por esses filtros, é necessário fazer a categorização deles dentro do marketplace.

Caso esse processo não seja feito, o cliente não terá acesso aos seus produtos ao utilizar filtros de busca, o que faz com que a sua empresa saia atrás dos concorrentes e, consequentemente, perca oportunidades de venda.

5.       Conquiste elogios e boas avaliações

Os marketplaces permitem que os consumidores façam avaliação dos produtos disponíveis na plataforma.

Após observar preço, condição de pagamento e frete, os compradores tendem a consultar a opinião de outras pessoas para saber a experiência delas tanto no ato da compra quanto com o uso do produto.

Conquistar elogios significa melhorar a reputação do seu negócio e também aumentar as vendas no marketplace.

Se as suas avaliações estão ruins, no entanto, a tendência é de que feche menos negócios e perca espaço para a concorrência.

“Marketplace: um mercado gigantesco na internet”

O termo marketplace se refere à atividade de compra e venda de produtos. Ex: Nós temos que testar nossas estratégias no marketplace (Collins Dictionary).

Agora que já sabemos quais são as vantagens de utilizar os marketplaces como aliados para aumentar significativamente as vendas e o faturamento do seu negócio, vamos destacar quais são os principais marketplaces utilizados no Brasil.

Mercado Livre

O Mercado Livre é um velho conhecido dos brasileiros: presente como marketplace desde quase os primórdios da internet, a plataforma hoje ocupa a posição de maior site de vendas da América Latina, com mais de 10 milhões de vendedores dos mais diversos nichos e categorias de produto.

O marketplace também apresenta recursos próprios de pagamento e envio: o Mercado Pago e o Mercado Envios, respectivamente.

O Mercado Pago ajuda lojistas de todo o Brasil a receberem pagamentos feitos por cartões de bandeiras diferentes e boletos de bancos diversos – e, além disso, também permite a realização de serviços como recarga de celular e pagamento de contas com QR Code.

O Mercado Envios, por sua vez, permite calcular o frete imediatamente já nos anúncios dos produtos e permite a impressão de etiquetas com os endereços dos clientes, otimizando o processo e a jornada de compra do cliente.

Desde 2017, a plataforma trabalha também com o modelo comercial de fulfillment, no qual o Mercado Livre fica responsável pela gestão do estoque físico dos produtos em um CD (centro de distribuição), pelo processamento do item após a compra e pelo serviço de atendimento ao cliente final.

Sim, é um modelo parecido com o dropshipping – mas guarda as suas particularidades e vantagens próprias.

Em termos de publicidade e marketing, a plataforma conta também com o Mercado Livre Publicidade – um canal que realiza, em parceria com o Google, o envio e a publicação de anúncios em sites diversos.

Amazon

A Amazon é um marketplace gigante e um dos nomes mais tradicionais do varejo online, conhecida no mundo inteiro como um espaço onde é possível comprar de tudo por um preço pequeno. Além disso, a plataforma tem, sem sombra de dúvidas, os prazos de entrega mais competitivos do mercado.

Isso tudo significa que vender na internet – ou, mais especificamente, vender pela Amazon – pode ajudar a incutir nos seus clientes uma sensação de conforto e segurança. E, com o número alto de clientes que a Amazon gerencia todos os dias, as chances de que você consiga vender seus produtos com uma boa taxa de sucesso são bem altas.

Para vender produtos no site de vendas da Amazon, você vai precisar primeiro se cadastrar como vendedor. Atualmente, a plataforma conta com dois planos de assinatura:

  • Individual, para empreendedores que desejam vender menos de 10 itens por mês (a R$2,00 por item + comissão);
  • Profissional, para aqueles que querem vender mais de 10 itens por mês (a R $19,00 por item + comissão).

Para começar a vender, você só precisa ter em mãos seu CPF ou CNPJ, uma conta bancária vinculada a um desses dois documentos e um cartão de crédito Visa, Master, Diners ou Elo.

OLX

O marketplace  OLX  entrou na cabeça de milhares de brasileiros com um jingle divertido e simples também não podia ficar de fora da nossa lista.

À primeira vista um site para vender apenas coisas ou produtos que não têm mais utilidade na sua casa, a OLX gradualmente foi se transformando em um dos maiores sites de compra e vendas do e-commerce brasileiro.

Atualmente, a OLX é um espaço onde são negociados imóveis, carros e outros itens de altíssimo valor: uma plataforma poderosa e, portanto, vantajosa para marcas que estão buscando uma boa exposição.

Embora ainda tenha recursos exclusivos para pessoas que só querem vender uma bicicleta usada ou uma geladeira já meio velha, a plataforma conta também com Planos Profissionais para interessados em vender na internet.

Esses planos são específicos para o tipo de produto ou categoria de produtos com os quais você deseja trabalhar: imóveis, autopeças, itens diversos e por aí vai. Vale a pena conferir o site da marca e ver se as ofertas cabem no seu modelo de negócios.

Marketplace da Magazine Luiza

A Magazine Luiza é conhecida por ser uma das maiores lojas de eletrodomésticos e eletrônicos do Brasil, e de uns tempos para cá tem dado uma verdadeira aula quando o tema é adaptabilidade a novas tecnologias.

Além de ser uma presença constante no Instagram e em outras redes sociais com a Lu do Magalu, a marca também expandiu o seu modelo de vendas e hoje funciona como um marketplace para lojistas de todo o Brasil.

Como mencionamos anteriormente, vender em marketplace tem as suas vantagens – e a Magazine Luiza oferece outros benefícios bem interessantes, como o Magalu Entregas, o Magalu Ads e a possibilidade de vender os seus produtos até mesmo nas lojas físicas da rede, criando uma experiência multicanal para a marca e para o público-alvo.

Destacamos aqui  os principais e mais conhecidos marketplaces usados no Brasil,  agora com estas informações valiosas em mãos, escolha a sua plataforma, que se encaixe melhor no seu modelo de negócio, e comece já a faturar através dos marketplaces. 

 Se você gostou deste conteúdo, pode se interessar pelo artigo Aprenda a estruturar um e-commerce de sucesso em alguns passos básicos, aproveite e se inscreva na lista de emails exclusiva dos empresários que mais crescem no brasil! 

Subscribe

* indicates required NOME EMAIL *


1 comentário

As Principais plataformas para vender seu produto – Capsexpress Indústria · 9 de junho de 2021 às 12:33

[…] Além das plataformas de afiliados, ainda é possível vender nos marketplaces, confira no artigo Descubra como faturar muito através dos Marketplaces. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *